Boa semana #151 – Valoriza-te!

Boa semana #151 – Valoriza-te!

Quem nunca procurou um elogio de alguém que admira, um professor, pais, família, companheiro? Provavelmente muito poucas pessoas nunca procuraram a valorização de alguém, faz parte e não há problema desde que seja uma situação muito pontual!

O problema surge quando se procura essa valorização por parte do outro em tudo o que se faz! Isso sim pode condicionar a nossa vida pela negativa. Isto porque normalmente os outros não nos dão o valor que achamos que merecemos!

Mas ao mesmo tempo se procuramos essa mesma valorização no exterior quer dizer que nós próprios não nos damos o devido valor! Claro que também há as exceções em que os outros acabam até por valorizar mais a pessoa do que ela própria, mas isso são mesmo exceções!




A verdade é que é importante que sejamos nós a valorizar o nosso tempo, o nosso trabalho, as nossas conquistas e não estar constantemente à procura desse reconhecimento nos outros. Caso contrário só acabamos por conseguir sentir frustração e diminuição da nossa auto-estima e entramos num ciclo vicioso nada saudável!

Estas situações encontram-se muito, por exemplo, nas pessoas que fazem algum tipo de trabalho para fora, seja ao nível do artesanato, da culinária… normalmente o cliente acaba sempre por achar o preço do trabalho alto, ou seja, não valoriza nem o trabalho, nem o tempo, nem o talento do vendedor.

E muitas vezes levam a pessoa a sentir-se insegura em relação ao preço do artigo que produziu. Não valoriza o próprio trabalho e próprio tempo e isso acaba por condicionar o resultado obtido. O que leva muitas pessoas a falhar neste tipo de pequenos negócios.

É importante que a pessoa se saiba valorizar mesmo que o outro não o saiba fazer, assim será mais fácil atingir os resultados que se deseja.

O mesmo acontece muitas vezes nas relações, anda um à procura da valorização por parte do outro e vice-versa, mais uma vez é a receita para a coisa não correr bem! Se a pessoa se sentir segura não precisa desse reconhecimento, claro que toda a gente gosta de um elogio de vez em quando. Mas não é necessário andar à procura dele em tudo o que se faz!

Se nos valorizarmos, valorizarmos o nosso tempo, o nosso trabalho, estaremos mais seguros de nós mesmos, então o resultado obtido no que quer que seja que façamos será muito mais positivo.

Por outro lado, se não nos dermos valor, é mais provável que surjam erros, inseguranças, cobranças em relação ao outro, incompreensão. Uma série de coisas negativas que poderiam ser evitadas se houvesse essa segurança em quem somos, no que fazemos e no valor do nosso tempo!

Mas é preciso cuidado para não pecar pelo excesso! Porque valorização em excesso pode ser tão mau como a pouca valorização! É importante ser realista, valorizar-nos sim, mas mantendo a humildade necessária para que essa valorização não se torne em arrogância!




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *